• Manuela Ferreira

Alta do IGP-M: COMO REDUZIR O VALOR DO ALUGUEL


ALTA DO IGP-M 02 DICAS DE COMO REDUZIR O VALOR DO ALUGUEL

O IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) é um índice que mede a variação dos preços é um medidor do comportamento dos preços no Brasil.


Como funciona o cálculo do IGP-M no reajuste de aluguel?


Nos contratos de aluguel o IGP-M é o índice utilizado como base de reajustes dos contratos de locação.


Para fazer o cálculo no contrato de aluguel é necessário considerar o índice acumulado no ano, por exemplo:


Se o aluguel custa R$800,00 e o índice do IGP-M acumulado no ano foi 7,30%. Para acrescentar o valor do índice ao contrato é necessário pegar o valor acumulado por ano dividir por 1000 e somar a 1,00, o resultado será multiplicado pelo valor do aluguel. Vejamos;


7,30/100+1,00= 1,0730

Valor do aluguel R$800,00 multiplicado por 1,0730 = Valor do aluguel reajustado será 858,40.


02 dicas de como reduzir o valor do aluguel nos casos de aumento de IGP-M


O aumento do índice do IGP-M já é uma realidade que afeta ambas as partes de um contrato. E esse é o principal motivo para realizar um acordo.


De um lado temos o proprietário do imóvel que não quer ver o seu bem desocupado e gerando gastos e do outro lado temos o inquilino que muitas vezes não tem condições de arcar com valores tão altos.


O que pode ser feito: Analisar se o único índice de reajuste do contrato é o IGP-M, caso positivo uma negociação dos valores é a melhor forma para ambos os lados.


Primeira Dica: O que pode ser proposto na negociação do reajuste do aluguel é colocar uma porcentagem sobre o valor do IGP-M. Por exemplo, atualmente o índice está em 28,94%, o reajuste pode ficar em 50% de 28,94%, nenhum dos lados perde nessa negociação.


Segunda dica: Sugerir a mudança ou alteração do IGP-M para outro índice como o INCC ou IPC etc.. Assim, ocorre o reajuste do valor da locação e ambas as partes ficam satisfeitas.

Lembrando que a Lei do Inquilinato, no art. 18, permite a mudança ou a inserção de cláusulas no contrato de aluguel.


Art. 18. É lícito às partes fixar, de comum acordo, novo valor para o aluguel, bem como inserir ou modificar cláusula de reajuste.

Outra dica que pode te ajudar no momento de elaborar o contrato de locação é colocar um limite da aplicação desses índices, nos casos de um aumento elevado, como vem ocorrendo nesses períodos.


Outra informação muito importante para quem está alugando um imóvel é quanto aos valores do IPTU, saiba AQUI, Por que o inquilino paga IPTU.


Se você está elaborando um contrato de aluguel veja nesse artigo, Quais são as 05 cláusulas que não podem faltar no contrato de aluguel.


23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo